LIGUE DE TODO BRASIL

11 3555 1000

Para Matrículas

11 95928 6336

Administração Inteligente: Dicas para se manter competitivo

Um dos maiores desafios para um administrador é manter o negócio ao qual se dedica altamente competitivo perto de seus concorrentes. Maior do que uma questão de preço, é preciso saber técnicas de produção, custos, vendas, marketing, dentre outras coisas que influenciam no momento de vender o produto ou serviço aos clientes.

Ser competitivo, de fato, não é tarefa fácil.  Mas, para isso, há alguns segredos que podemos praticar para poder ter força no mercado. O contador e pedagogo Lauro do Prado deu algumas dicas úteis que ajudam todo administrador. Vamos a elas?

1. Entender a própria organização: aqui, cabe entender qual é a razão de ser da empresa. Afinal, por que ela foi criada? Certamente, para atender a uma necessidade do mercado, mas qual delas? De que forma? O que torna a sua empresa única, com sua marca e diferente das demais?

O modelo social, estatutário e o regime fiscal podem definir o modo de gestão formal a ser cumprida. Busque entender esses aspectos que podem ser conflitantes com a definição operacional e gerencial.

Lembre-se também que a organização nasce para a perpetuidade e as pessoas são transitórias. Atue hoje com a percepção clara que deve passar o bastão mais à frente (Lauro Prado).

2. Saber e atuar na formação da cultura de gestão estratégica na organização: toda empresa possui processos de ações formais e informais. Entender como essas ações funcionam é fundamental para entender a cultura da empresa, e com isso saber gerenciar e planejar as atitudes a serem tomadas, interna e externamente.

O gestor deve se envolver na condução da cultura para obter um modelo de gestão inovadora (liderança-conhecimento técnico-método analítico), tendo como base: método consistente de trabalho, liderança construtiva e uma comunicação simples (Lauro Prado).

3. Ações focadas na definição estratégica: Direção, Planejamento, Controle e Realização. Essas devem ser as leis que regem a administração de uma empresa.  Realização e produção por si só não devem ser o objetivo, porque isso envolverá custos desnecessários, além de desgaste de toda a equipe.

O ideal é ter a noção clara para onde querem ir, planejar como chegará lá, realizar rigorosamente o que planejou e essencialmente controlar (planejado x realizado) mantendo a empresa na direção estratégica definida (Lauro Prado).

 4. Orientar-se por processos: toda empresa deve se guiar por processos. Além de ajudarem a dividir as atividades em etapas (que podem ser facilmente fiscalizadas), elas são úteis para mapeamento e documentação de tudo que aconteceu na empresa.

 

O gestor deve se ater nos processos críticos isolando-os para exercer a gestão a partir desses processos.
Deve criar, manter e analisar os indicadores de performance, atuando sempre nas causas de sucesso e insucesso, recompondo-as no planejamento de maneira contínua (Lauro Prado).
5. Capturar a subjetividade: há muito mais envolvido no processo de produção do que os simples atos mecânicos. Motivação dos colaboradores, potencial de produção não utilizado, capacidade ociosa, etc. Saber capturar esses elementos é vital para entender onde sua produção está sendo desperdiçada.
Monitore e controle os custos escondidos da mesma maneira que você controla o custos formais da sua organização (Luiz Prado).
6. Compreender e administrar a formação de preço dos produtos e serviços: o processo de avaliar qual será o preço final de um produto ou serviço não é tão simples quanto parece. Muitos fatores interferem no preço final, além do preço inicial. Então, o mais fácil é saber controlar os custos de produção. Com isso, saberemos ao menos o preço a cobrar para não empatar ou dar prejuízo.
O gestor deve constituir um painel onde, além dos custos operacionais, devem ter os seguintes indicadores controlados:
  1. Internos: Capacidade Instalada, Processos, Funcionários e Procedimentos;
  2. Capital de Giro: Contas e Pagar e a Receber, Estoques e Prazos
  3. Externos: Inflação, Impostos, Câmbio e Marketing;
  4. Societários: Sociedade, Participação nos Lucros, Geração de Caixa e Criação de Valor (EVA) (Lauro Prado)
7. Sempre aprender: o mundo está em constante mudança. Por isso, os consumidores, os processos de produção, os concorrentes… todos eles mudam também. É preciso estar em constante aprendizado, para que possa estar atualizado e pronto para competir!
Uma empresa é um organismo vivo que muda constantemente e requer um modelo de gestão e profissionais extremamente dinâmicos que respondam adequadamente a essas mudanças. Os gestores devem assimilar a capacidade de aprender sempre (Lauro Prado).
Aprender é um importante passo. Temos de estar sempre atualizados e prontos para encarar o mercado. Uma das formas de aprender e se preparar é por meio do curso técnico em Administração do Instituto Monitor. Com o material didático, você pode estudar a distância, e ainda aprender várias técnicas de administração e gestão. Matricule-se pelo site https://www.institutomonitor.com.br/cursos/curso-tecnico-em-administracao-a-distancia-ead/ e confira o quanto pode aprender!
3 de maio de 2017

0 responses on "Administração Inteligente: Dicas para se manter competitivo"

Leave a Message



Quem Somos

Instituto Monitor O Instituto Monitor é a escola pioneira no Brasil a desenvolver a educação a distância como modalidade de estudo. Tudo começou quando o imigrante húngaro Nicolás Goldberger aportando no Brasil, trouxe seu conhecimento técnico em eletrônica e resolveu instalar um pequeno negócio na região central de São Paulo em outubro de 1939.

Reconhecimentos

exemplo1

 Entidade filiada a:

exemplo1
top

© 2016- Todos os Direitos Reservados | Instituto Monitor | Central de Atendimento:(11) 3555-1000 | BY DELTASYSTEMS

Instituto Monitor Ltda CNPJ:60.943.974/0001-30 Av. Rangel Pestana, 1105 - São Paulo - SP | Monitor Editorial Ltda CNPJ:02.011.984/0001-31 Av. Rangel Pestana, 1105 - 6º andar - São Paulo - SP

POLÍTICA DE TROCA OU RESCISÃO DE CONTRATO