LIGUE DE TODO BRASIL

11 3555 1000

Para Matrículas

11 95928 6336

Entenda melhor o que é o Outubro Rosa!

Nesse mês de outubro podemos observar que diversos prédios e monumentos históricos estão coloridos de rosa. É um lembrete silencioso, mas impactante: é preciso prevenir o câncer de mama. Diagnosticar cedo a doença contribui para que o tratamento se inicie antes, aumentando as chances de cura.

Com esse objetivo foi criada a campanha Outubro Rosa, para conscientizar mulheres de todo o país sobre a importância de fazer o autoexame das mamas. Nesse período, instituições nacionais e internacionais trabalham juntas para trocar informações sobre o câncer de mama, além de motivar as mulheres a buscar ajuda médica caso existam suspeitas.

ORIGEM

Antes de outubro ser considerado o mês de conscientização para prevenção do câncer de mama, vários estados dos Estados Unidos já promoviam ações isoladas com o mesmo intuito. Já na década de 1990, o congresso americano aprovou a criação de uma campanha pública voltada para essa causa, colocando o seu período de realização em outubro.

Nesse período, a Fundação Susan G. Komen for the Cure já promovia a Corrida pela Cura, em Nova York, que também era voltada para a prevenção do câncer de mama, e os participantes recebiam um laço cor de rosa.

A Fundação foi criada a partir da experiência de duas mulheres. Susan foi diagnosticada com câncer de mama na década de 80. Por isso, Nancy – irmã de Susan – prometeu a ela que encontraria a cura para a doença, mas com o falecimento de Susan aos 36 anos, ela se motivou ainda mais para criar a Fundação. O objetivo dessa fundação é levantar fundos para investir em pesquisas sobre o câncer de mama, de modo a buscar melhorias no tratamento da doença ou até mesmo encontrar sua cura.

IMPORTÂNCIA DA CAMPANHA

O câncer de mama é um dos tumores malignos que ocorrem com mais frequência no planeta, representando 25% dos diagnósticos de câncer em mulheres, mundialmente. Além disso, é o câncer que mais mata mulheres atualmente.

Já no Brasil, a Sociedade Brasileira de Mastologia aponta que na região Sudeste estão os maiores percentuais de diagnósticos de câncer de mama – cerca de 51,3% dos casos. No Brasil, morrem cerca de 14 mil mulheres anualmente em decorrência da doença.

Apesar disso, pode-se notar uma queda no número de mortes de mulheres por câncer de mama. É isso que dizem os estudos do Hospital do Câncer de Barretos, que notou uma queda na taxa de mortalidade de mulheres de 42,85%. Isso se deve ao fato de ter aumentado o número de diagnósticos precoces e exames preventivos, como a mamografia e o autoexame das mamas.

COMO FAZER PARTE DA CAMPANHA?

1 – INCENTIVANDO O AUTOEXAME
Desafie as mulheres que você conhece para fazer o autoexame das mamas. Caso alguma delas perceba uma alteração nas mamas, aconselhe-a a procurar um mastologista de confiança.

2 – APOIANDO QUEM ESTÁ COM SUSPEITA DE CÂNCER DE MAMA
Caso alguém te procure para falar de alguma alteração percebida no autoexame das mamas, dê todo o apoio. Ofereça sua companhia e ajuda para ir ao médico com a pessoa. Em muitos casos, a possibilidade de um diagnóstico da doença pode despertar medos e receios na pessoa, e nesses momentos, ter o apoio e empatia de pessoas queridas fazem muita diferença.

3 – CRIANDO HÁBITOS DE VIDA SAUDÁVEIS
Manter hábitos saudáveis contribuem com a prevenção do câncer de mama, segundo o INCA (Instituto Nacional de Combate ao Câncer). Cerca de 30% dos casos poderiam ser evitados com a adoção de hábitos de vida saudáveis. Por isso, evite cigarros, bebidas alcoólicas, faça exercícios físicos e tenha uma alimentação balanceada.

Gostou do artigo? Compartilhe em suas redes sociais e contribua com esse movimento para a conscientização e prevenção do câncer de mama!

25 de outubro de 2017

0 responses on "Entenda melhor o que é o Outubro Rosa!"

Leave a Message



Quem Somos

Instituto Monitor O Instituto Monitor é a escola pioneira no Brasil a desenvolver a educação a distância como modalidade de estudo. Tudo começou quando o imigrante húngaro Nicolás Goldberger aportando no Brasil, trouxe seu conhecimento técnico em eletrônica e resolveu instalar um pequeno negócio na região central de São Paulo em outubro de 1939.

Reconhecimentos

exemplo1

 Entidade filiada a:

exemplo1
top

© 2016- Todos os Direitos Reservados | Instituto Monitor | Central de Atendimento:(11) 3555-1000 | BY DELTASYSTEMS

Instituto Monitor Ltda CNPJ:60.943.974/0001-30 Av. Rangel Pestana, 1105 - São Paulo - SP | Monitor Editorial Ltda CNPJ:02.011.984/0001-31 Av. Rangel Pestana, 1105 - 6º andar - São Paulo - SP

POLÍTICA DE TROCA OU RESCISÃO DE CONTRATO